Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Deputado Otoni de Paula representa juiz que bloqueou sua conta salário ao CNJ

O Código de Processo Civil veda expressamente a penhora ou bloqueio do salário

Publicado

em

O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) entrou com uma representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz Guilherme Medeira Dezem, da 44ª Vara Civil de São Paulo, que mantém sua conta salarial bloqueada.

O bloqueio da conta aconteceu porque não foram encontrados bens para cumprimento de uma sentença determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Estou há dois meses sem poder usar o meu salário”, denuncia o parlamentar no Plenário da Câmara dos Deputados. “Nós não vamos ficar vendo este abuso de autoridade e ficar calado”, completou.

Em sua fala, Otoni não poupou críticas aos que o estão perseguindo. “Primeiro porque eu não tenho rabo preso com essa turma, segundo porque não coloquei meu caráter no balcão de negócios destes canalhas que usam da Justiça para fazer uma ditadura judicial neste país”.

Otoni acredita que o juiz pode ser enquadrado pelo crime de abuso de autoridade.

PUBLICIDADE