Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Mauro Lacerda destaca a importância de ações no Janeiro Branco

O parlamentar entende que o poder público, junto a toda a população, precisa abraçar essa causa

Publicado

em

O vereador Mauro Lacerda (PSB) fez um alerta sobre o Janeiro Branco, campanha brasileira que visa chamar a atenção da população para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas.

Segundo Lacerda, a saúde mental é de suma importância e o poder público, junto a toda a população, precisa abraçar essa causa, pois, são muitas pessoas que têm enfrentado esse problema sozinhas e caladas. “Muitas vezes para uma pessoa é mais fácil entender e cuidar de uma dor física do que mental. Por isso vejo a total necessidade dos gestores, empresários e dos responsáveis por instituições terem momentos de diálogo com seus servidores e funcionários para que eles expressem as suas necessidades e pensamentos. É preciso incentivar cada vez mais pessoas a procurarem ajuda, principalmente agora, nessa época difícil que estamos vivendo.” Pontuou Lacerda.

A campanha surgiu em 2014 a fim de aproveitar essa reflexão de início de ano para discutir a relevância da saúde mental. Em relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é definido como “um estado de bem-estar em que o indivíduo percebe suas próprias habilidades, consegue enfrentar as situações estressantes que são comuns nas rotinas diárias e é capaz de ter uma vida ocupacional produtiva”, isto é, o nosso cotidiano pode afetar também o equilíbrio mental.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins, todos os pacientes com problemas de saúde mental recebem atendimentos como: atividade educativa/orientação em grupo, orientação em grupo na atenção especializada, visita domiciliar por técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos especialistas, consulta/atendimento domiciliar, terapia individual, terapia em grupo, atendimento de urgência em atenção especializada, atendimento em oficina terapêutica em saúde mental, atendimento em psicoterapia de grupo, atendimento familiar em centro de atenção psicossocial, ações de articulação de redes intra e intersetorial, entre outros.

Foto: Fernando Lucas – ASCOM Mauro Lacerda

PUBLICIDADE