Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Araguaína terá ponto facultativo após feriados religiosos

Após o feriado do Dia do Padroeiro da cidade, nesta quarta-feira, 15, os órgãos municipais também não terão expediente no Dia de Corpus Christi, 16, e na sexta-feira, 17

Publicado

em

A Prefeitura de Araguaína decretou ponto facultativo nesta quinta e sexta-feira, 16 e 17, após o feriado Municipal do Padroeiro da Cidade, Sagrado Coração de Jesus, celebrado nesta quarta-feira, 15. A medida foi publicada no Diário Oficial nº 2.567.

O feriado e o ponto facultativo não se aplicam às unidades e serviços considerados essenciais, que não podem ser paralisados ou interrompidos, como UPA (Unidade de Pronto Atendimento), SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), HMA (Hospital Municipal de Araguaína) e PAI (Pronto de Atendimento Infantil).

Em casos de suspeita da covid-19 com sintomas leves, a população pode procurar a UBS de referência José de Sousa Rezende (Setor Alto Bonito) que estará funcionando em horário diferenciado, de quarta a sexta-feira, das 8 às 16 horas.

Imunização
A vacinação irá retornar o atendimento normalmente na próxima segunda-feira, 20, em todas as unidades básicas de saúde, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, com exceção das UBS Araguaína Sul, Dr. Francisco Barbosa (Vila Aliança), UBS Couto Magalhães, Nova Araguaína e Manoel Maria, que funcionam das 7 às 19 horas. O posto de vacinação em frente à Câmara também atende em horário diferente, das 8 às 18h30 e no sábado das 8 às 13 horas.

Dia do Padroeiro de Araguaína
O feriado municipal de 15 de junho foi instituído pela Lei n° 1508, de 1994. A data marca a comemoração do Sagrado Coração de Jesus, que simboliza e prega o amor de Deus, a concretização na família, na partilha do pão e na alegria de celebrar em comunidade. A cidade celebra a data com os festejos do Sagrado Coração de Jesus que se encerram nesta terça-feira, 14, na Igreja Matriz, localizada na Praça das Nações São Luís Orione.

Corpus Christi
A data é uma festa religiosa católica, celebrada 60 dias depois do domingo de Páscoa. O objetivo é comemorar a institucionalização da Eucaristia, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo. Uma das tradições da festa, iniciada na Bélgica no século 13, é a confecção de tapetes coloridos que servem de homenagem à passagem da procissão.

PUBLICIDADE