Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Petroleiros deflagram greve de 72 horas a partir de quarta-feira

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Trabalhadores da indústria de petróleo prometem iniciar uma greve na próxima quarta-feira (30) e ficarão 72 horas de braços cruzados para pressionar o Governo a reduzir os preços do gás de cozinha e dos combustíveis.

A greve é organizada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) e sindicatos filiados e irá defender também a não privatização da Petrobras.

Nesta segunda, a FUP e seus sindicatos promovem o Dia Nacional de Luta, com atos públicos e mobilizações. Enquanto isso, as  refinarias e fábricas de fertilizantes: Rlam (BA), Abreu e Lima (PE), Repar (PR), Refap (RS), Araucária Nitrogenados (PR) e Fafen Bahia trabalham com atrasos e cortes de rendição.

“A greve de advertência é mais uma etapa das mobilizações que os petroleiros vêm fazendo na construção de uma greve por tempo indeterminado, que foi aprovada nacionalmente pela categoria”, diz o comunicado da FUP.

PUBLICIDADE