Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Pastor Wellington e Cris representam o Tocantins e a Federação no evento Driblando a Fome

O evento também contou com a parceria da Atlética Fanática, da faculdade ITPAC, com a banda da igreja Sara Nossa Terra, com a TV Jovem Record

Publicado

em

No último sábado (18), a igreja Universal juntamente com outras instituições, realizaram no Complexo Esportivo da Ulbra, o evento Driblando a Fome. Uma iniciativa da Universal em escala nacional, que chegou até o Tocantins com o objetivo de combater a falta de alimento das pessoas em situação de vulnerabilidade, misturando o Esporte e a solidariedade com a integração de parceiros.

Na oportunidade, o pastor Wellington e a Cris, ambos pré-candidatos das respectivas vagas de deputado Estadual e Federal, compuseram a abertura do evento. Este grande momento foi marcado pela entrada das bandeiras do Estado, que foi levada pelo pastor Wellington e a do Brasil levada pela Cris, juntamente com o vereador de Palmas, Daniel Nascimento, que proclamou que o Senhor é a nossa bandeira, dando uma referência bíblica.

E na principal partida de futsal, com o pontapé inicial dado pela Cris, o time dos amigos do Unisocial, composto pelo bispo Freitas, pelo pastor Wellington e demais voluntários, jogou contra o time dos amigos do governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, que também esteve presente no evento. A jogada simbólica partiu da premissa que o verdadeiro campeão foi o povo e a perdedora da vez foi a fome.

Em sua fala, o pastor Wellington pontuou a importância da causa. “A fome não tem raça, idade ou religião, por isso, instituições que já realizam trabalhos sociais, precisam estar alinhadas ao poder público para a realização de mais ações de assistencialismo ao povo”, destacou.

A Cris também expôs seus pensamentos sobre o evento. “A fome afeta diretamente a família e todos os seus componentes. Em muitos casos a mulher não pode se dedicar aos filhos porque precisam correr atrás de alimentos, assim também são muitas crianças, que acabam trocando os estudos pelo trabalho para ajudar com a alimentação da família”, afirmou.

O evento também contou com a parceria da Atlética Fanática, da faculdade ITPAC, com a banda da igreja Sara Nossa Terra, com a TV Jovem Record, com a presença de representantes da aldeia indígena Karêhu da tribo Xerente, de diversas outras associações e denominações, entre outros apoiadores.

 

PUBLICIDADE