Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Palmas: PF faz operação contra grupo suspeito de fraudar seguro-desemprego

Os criminosos supostamente abriam empresas e faziam falsas contratações, demitiam para depois solicitarem o benefício

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira (26), a Polícia Federal cumpriu mandados de buscas, prisão e de sequestros de bens em Palmas.

A ação é parte da Operação Abre-te, Sésamo que investiga fraudes no pagamento de seguro-desemprego na capital.

Segundo informações do G1, os investigados supostamente utilizava empresas fictícias para criar vínculos trabalhistas e depois solicitar o benefício. O prejuízo pode chegar a R$ 600 mil.

As ordens foram expedidas pela 4ª Vara Federal de Palmas e estão sendo cumpridas na capital. No total são oito mandados de busca e apreensão, dois de prisão preventiva, uma prisão temporária e ainda medidas de sequestro de bens e valores.

Os pagamentos indevidos foram identificados pelo Núcleo Regional de Inteligência Previdenciária e Trabalhista no Tocantins (Nuint).

Agora a investigação busca identificar todos os envolvidos neste esquema fraudulento e todas as empresas que foram utilizadas para criar vínculos trabalhistas falsos apenas para receber o benefício.

Os envolvidos irão responder pelos crimes de estelionato majorado, falsidade ideológica e organização criminosa. As penas somadas podem chegar a 20 anos de reclusão.

PUBLICIDADE