Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Moro aceita convite para ser ministro da Justiça no governo Bolsonaro

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Sérgio Moro esteve no Rio de Janeiro para conversar com Jair Bolsonaro (Foto: EFE/Antonio Lacerda)

O juiz federal Sergio Moro esteve no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (1º) para se encontrar com o presidente eleito Jair Bolsonaro, onde recebeu oficialmente o convite para ser o ministro da Justiça.

Após a reunião, Moro, que comanda as investigações da Operação Lava Jato, declarou à imprensa que aceitou o contive. “Após reunião pessoal, na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite”, disse Moro.

Com 22 anos de carreira, o juiz federal lamentou deixar para traz o seu trabalho como magistrado. “No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, à lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Para ele, na prática o cargo significa “consolidar os avanços contra o crime e a corrupção e afastar riscos de retrocessos por um bem maior”.

Bolsonaro declarou que o nome do juiz federal foi escolhido por ele devido aos trabalhos em combate a corrupção. “Sua agenda anticorrupção, anticrime organizado, bem como o respeito à Constituição e às leis será o nosso norte”, afirmou Bolsonaro através de suas redes sociais.

O presidente eleito também anunciou a fusão das pastas da Justiça e da Segurança Pública. Decisão que, juntamente com a fusão de outros ministérios, visa reduzir os gastos do governo federal.

PUBLICIDADE