Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Lula entra na Justiça contra Dallagnol e pede R$ 1 milhão de indenização

A apresentação de PowerPoint que ligava Lula a vários crimes de corrupção foi bastante critica na imprensa

Publicado

em

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com uma ação contra o ex-coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, exigindo R$ 1 milhão de indenização.

O caso será julgado em fevereiro pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e é referente à uma entrevista onde o procurador usou uma apresentação de Powerpoint para explicar aos jornalistas o teor da 1ª denúncia contra Lula, apontando-o como o grande responsável pelo maior esquema de corrupção da história do país.

A apresentação mostrava o nome de Lula rodeado expressões da investigação sobre a compra e reforma do triplex no Guarujá. Algumas dessas expressões eram: “governabilidade corrompida”, “perpetuação criminosa no poder”, “mensalão”, “enriquecimento ilícito”, entre outras.

Dallagnol diz que apresentação foi um erro

Recentemente, Deltan admitiu que a forma de apresentar a denúncia ao público foi um “erro de cálculo”. “Foi um erro de conta nosso sobre o modo que pode ter gerado uma interpretação equivocada por parte da sociedade, mas a nossa intenção era de fazer exatamente o que a gente tinha feito em casos anteriores”, disse, em entrevista ao Flow podcast.

Lava Jato desfeita

Se for condenado, Dallagnol irá protagonizar mais uma perda para a Operação Lava Jato que foi praticamente anulada pela Justiça Federal.

Além de libertar o ex-presidente, as decisões dos tribunais superiores anularam as condenações e julgaram a comarca de Curitiba (PR) como impossibilitada de ter julgado grandes nomes da República.

PUBLICIDADE