Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Mundo Cristão

Católicos devem deixar de ser maioria do país ainda este ano

As estimativas apontam que até julho deste ano os católicos serão menos de 50% da população brasileira

Publicado

em

Nos últimos 30 anos, o número de católicos no Brasil tem caído consideravelmente, tanto é que a previsão para 2022 é que este grupo religioso deixe de ser a maioria da população.

Estudos recentes, a partir de dados obtidos em diversas pesquisas, indicam que os católicos deverão formar uma parcela inferior a 50% da população ainda este ano.

Os jornalistas Francis X. Rocca, Luciana Magalhães e Samantha Pearson, produziram reportagem sobre o declínio do catolicismo no Brasil e na América Latin, do The Wall Street Journal (EUA), produziram uma reportagem sobre a mudança religiosa em nosso país apontando que o crescendo evangélico é inevitável.

Uma pesquisa da empresa Datafolha realizada em 2020 serviu de embasamento para a projeção: à época, o percentual de católicos no país era 51%, enquanto os evangélicos representavam 31%.

O demógrafo brasileiro e ex-professor da da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE, José Eustáquio Diniz Alves, também aposta que os católicos deixarão de ser a maioria no país.

“O Vaticano está perdendo o maior país católico do mundo – é uma perda enorme, irreversível”, disse ele. A previsão de Alves é que até julho, menos de 50% da população será católica.

 

PUBLICIDADE