Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Canal Futura seleciona estudantes de comunicação e artes para programa Idade Mídia

Estudantes do ensino superior público ou particular podem se candidatar

Publicado

em

Até o dia 31 de janeiro, estudantes dos cursos de Jornalismo, Rádio e TV, Audiovisual, Cinema, Produção Multimídia e áreas correlatas podem se inscrever para a terceira temporada da série Idade Mídia, do Canal Futura, com coprodução da Deusdará Filmes.

A seleção acontece para estudantes do ensino superior público ou particular nas áreas de Comunicação e Artes. Serão cinco vagas para todo o Brasil, sendo um graduando ou graduanda de cada região do país. Quem for selecionado fará parte do Laboratório de Mídias Aplicadas à Educação – LABME, que participa ativamente da série apresentada por Alexandre Sayad.

De acordo com o edital do projeto, o laboratório tem como objetivo “dar a oportunidade a jovens estudantes que tenham interesse em investigar e debater sobre a relação entre mídias e educação e, ao mesmo tempo, produzir conteúdos audiovisuais em interface direta com a equipe do programa: apresentador, diretor, produtora executiva e demais áreas”.

Durante as gravações do programa, os estudantes desenvolverão diversas atividades, em reuniões on-line, na pesquisa e estudo sobre os temas propostos para a terceira temporada, além de produzir conteúdos audiovisuais para os episódios.

A Idade Mídia aborda a relação entre mídias e educação em 9 episódios de 15 minutos cada com experiências e práticas inovadoras de todo o Brasil. A terceira temporada será transmitida no segundo semestre desse ano.

Os candidatos aprovados serão contratados como estagiários via universidade e receberão a ajuda de custo de R$ 1.200, sendo R$ 400 por mês durante os três meses que estarão vinculados ao programa. Serão 60 horas de atividades didáticas, de pesquisa e desenvolvimento, no período de fevereiro a abril de 2022. Os interessados precisam ter disponibilidade para todos os encontros, que serão realizados via Zoom, e realizar exercícios e experimentos fora dos encontros.

Além da análise das respostas ao questionário e do potencial do portfólio, serão levados em conta os princípios de pluralidade étnico-racial, de gênero, distribuição regional e a composição do grupo.
Informações e dúvidas podem ser tiradas através do [email protected] ou da leitura do edital completo.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

PUBLICIDADE