Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Câmara de Palmas inclui atividades religiosas como serviços essenciais

Se sancionado pela prefeita, cultos e missas não serão cancelados em situações de calamidade pública ou emergência

Publicado

em

A Câmara Municipal de Palmas aprovou na manhã desta terça-feira (8) o projeto de lei que torna as atividades religiosas como serviços essenciais durante o período de calamidade pública ou estado de emergência.

De autoria do vereador Daniel Nascimento (Republicanos), o projeto impede que os cultos e missas sejam cancelados pela Prefeitura em situações como a que estamos vivendo por conta da pandemia da Covid-19.

Ao agradecer o apoio de seus pares, o vereador destacou a importância da Igreja na sociedade. “A Igreja é a última porta para muitas pessoas e lá elas recebem apoio e têm suas vidas transformadas”.

Quando apresentou o projeto, Nascimento, que é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, falou sobre o papel essencial que as denominações estão exercendo durante a pandemia.

“A igreja tem o papel essencial para a sociedade principalmente em tempos de pandemia, pois os pastores e padres conseguem chegar aonde o poder o público na chega”, declarou ele.

O projeto agora segue para sanção da prefeita Cinthia Ribeiro.

PUBLICIDADE