Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Beneficiários do programa Auxílio Brasil estão recebendo valor médio de R$ 407,54 neste mês

O investimento total para os pagamentos de janeiro supera a casa dos R$ 7,1 bilhões

Publicado

em

Nesta semana, cerca de 17,5 milhões de famílias recebem a parcela deste mês do Auxílio Brasil, o maior programa de transferência de renda do país. O número recorde de pessoas atendidas foi alcançado graças à inclusão de mais de três milhões de brasileiros, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022. Com isso, o Auxílio Brasil zerou a fila do programa. O investimento total para os pagamentos de janeiro supera a casa dos R$ 7,1 bilhões.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o valor médio do benefício na folha de pagamento de janeiro é de R$ 407,54, um pouco acima do mínimo que cada família pode receber, que é de R$ 400. Do total de atendidos pelo programa, 8,3 milhões de famílias são da Região Nordeste, cinco milhões do Sudeste, 2,1 milhões do Norte, 1,1 milhão do Sul e 893 mil do Centro-Oeste.

O ministro da Cidadania, João Roma, ressaltou que o Auxilio Brasil é uma ferramenta de transformação social, isso porque os beneficiários podem ingressar no mercado de trabalho e continuar recebendo o benefício por até dois anos. “No Auxílio Brasil, ele [beneficiário] é estimulado a assinar a carteira e tem o mínimo de permanência de dois anos no programa, ou seja, ele perde o medo de ficar sem a sua proteção social”, enfatizou.

Calendário

As famílias inscritas no programa precisam ficar atentas com o calendário de pagamento. A liberação da parcela é feita de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular. Até o dia 31 de janeiro, todos os benefícios estarão liberados para saque.

As famílias incluídas recentemente já começaram a receber notificações. Ao entrar para o programa, elas recebem, via Correios, no endereço informado durante o cadastramento, correspondências da Caixa Econômica Federal com orientações sobre o benefício e o Cartão Auxílio Brasil.

Com o cartão, é possível sacar o valor integral do benefício ou fazer saques parciais. Além disso, o beneficiário pode movimentar os recursos pelo aplicativo Caixa Tem, com opções de pagar contas, fazer transferências, conferir extrato e acessar outros serviços.

PUBLICIDADE