Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Sérgio Reis responderá a inquérito por convocar caminhoneiros para manifestação

Com a repercussão do vídeo, o ex-deputado ficou deprimido, segundo informou a esposa do cantor sertanejo

Publicado

em

O ex-deputado federal Sérgio Reis responderá a inquérito policial por divulgar um vídeo convocando caminhoneiros para uma paralisação.

O inquérito aberto pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) pede investigação do cantor sertanejo por pelo menos três crimes.

“O objetivo é investigar suposta associação criminosa voltada para a prática de alguns crimes, da qual ele seria integrante”, explica o delegado Leonardo de Castro, da delegacia de Combate à Corrupção (Decor).

De acordo com o delegado, Sérgio Reis será investigado pelos crimes de ameaça, dano e atentado contra a segurança de meio de transporte.

O ex-parlamentar será convocado para prestar depoimento sobre o que foi conversado na última quinta-feira (12) com empresários do agronegócio e líder caminhoneiros.

No vídeo, Sérgio Reis aparece falando em promover uma paralisação de 72 horas. “O Brasil inteiro vai estar parado. Ninguém trafega, ninguém sai. Ônibus volta para trás com passageiros. Só vai passar polícia federal, ambulância, bombeiro e cargas perecíveis. Fora isso, ninguém anda no Brasil”.

Cantor está deprimido com a divulgação do vídeo

Com a repercussão que este vídeo teve, o ex-deputado Sérgio Reis ficou deprimido e preocupado.

Em entrevista ao jornalista Oswaldo Eustáquio, ele declarou que nunca quis agredir ninguém e que não pretende fazer isso agora.

PUBLICIDADE