Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

“Na vida, a Bíblia; no STF, a Constituição”, diz André Mendonça em sabatina

As expectativas são de que o nome do ex- AGU seja aceito para ministro do STF

Publicado

em

Os senadores da Comissão de Constituição e Justiça do Senado realizaram nesta quarta-feira (1º) a sabatina com o ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça.

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a vaga no Supremo Tribunal Federal, o advogado evangélico foi questionado por sua fé e precisou se posicionar em favor da laicidade do Estado.

Sobre isso, ele declarou: “Ainda que eu seja genuinamente evangélico, não vejo espaço para manifestação religiosa no STF. Na vida, a Bíblia; no Supremo, a Constituição”.

Diante disto, ele assumiu o compromisso pelo Estado laico e pelo respeito à Constituição. De acordo com ele, laicidade é a neutralidade e a não concessão de privilégios a um determinado grupo pela condição religiosa.

André Mendonça também respondeu a outros temas polêmicos como a questão de proteção aos direitos da comunidade LGBTQ+, neste sentido ele afirmou que os ataques ao grupo são “inconcebíveis”, mas defendeu “ressalva” em relação a entidades religiosas.

A sabatina começou às 10h20 e ainda está em andamento.

PUBLICIDADE