Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Marcelo Miranda abre Conferência Regional de Mobilização para o 8º Fórum Mundial da Água

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Marcelo Miranda assinou o Decreto criando a Comissão Pró-Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Palmas (Foto: Governo do Tocantins/Divulgação)

Com a presença de representantes de diversos órgãos das esferas estadual, federal, prefeitos e outras autoridades, o governador Marcelo Miranda, acompanhado da vice-governadora Claudia Lelis, participou na manhã desta segunda-feira, 26, da abertura da Conferência Regional de Mobilização para o 8º Fórum Mundial da Água e 2° Encontro Estadual de Comitês de Bacias Hidrográficas do Tocantins (ECOBTO).

Os dois eventos estão sendo realizados simultaneamente até esta terça-feira, 27, no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas. O objetivo é discutir assuntos voltados para a temática da água e o meio ambiente com vistas à participação do Estado no 8º Fórum Mundial da Água, que será realizado nos dias 18 e 23 de março, em Brasília.

Na ocasião, Marcelo Miranda assinou o Decreto criando a Comissão Pró-Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Palmas e o Projeto de Lei que altera a composição do Conselho Estadual de Recursos Hídricos do Tocantins (CERH-TO), e acrescenta vagas para os Comitês de Bacias Hidrográficas do Tocantins.

“Abrigamos, aqui, a maior parte da Bacia Tocantins/Araguaia, uma das mais importantes do País. Daí a importância de nos mobilizarmos para sensibilizar a sociedade na busca de caminhos viáveis para a proteção desse recurso”, destacou Marcelo Miranda, citando a importância da criação da Comissão Pró-Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Palmas, que constitui uma antiga demanda dos prefeitos e representantes da região.

A titular da pasta do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Luzimeire Carreira, também destacou o potencial hídrico do Estado. “Diante dessa realidade, a missão do Governo é realizar a gestão dos recursos hídricos dentro de uma visão moderna, participativa, compartilhada e descentralizada, alçando a água a um patamar prioritário com políticas públicas eficientes”, destacou lembrando as diversas ações realizadas pelo Governo, na intenção de promover e de proteger o meio ambiente.

O coordenador-geral do Fórum Tocantinense de Comitês de Bacias Hidrográficas (FTCBH), Itamar Xavier, lembrou a importância da realização do 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília. “Esse mês de março tem um simbolismo muito grande para os brasileiros em virtude da realização do 8º Fórum Mundial da Água, com o tema Compartilhando a Água. Pela primeira vez esse evento será realizado no Hemisfério Sul. O momento é oportuno para discutirmos a água exatamente no Brasil, porque já estamos sentindo os efeitos das mudanças climáticas, com consequências danosas em todas as regiões do País”.

O representante do Ministério do Meio Ambiente, Edson Duarte, alertou para as questões relacionadas ao clima. “Os efeitos climáticos estão chegando e frustrando muitas atividades de forma assustadora e 20% da população do semiárido terá que abandonar a região pelo agravamento da seca e ninguém poderá prever com segurança o que vai acontecer”, advertiu.

Programação

A programação dos eventos inclui debates sobre recuperação de nascentes, a gestão dos Comitês de Bacias Hidrográficas (CBHs) e o projeto Gestão de Alto Nível da Bacia do Rio Formoso (Foto: Governo do Tocantins/Divulgação)

A programação dos eventos inclui debates sobre recuperação de nascentes, a gestão dos Comitês de Bacias Hidrográficas (CBHs) e o projeto Gestão de Alto Nível da Bacia do Rio Formoso. Haverá, também, uma roda de conversa sobre a proposta de transposição do Rio Tocantins, da qual participa o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE), autor do projeto de Lei nº 6569/2003, que prevê a interligação entre o Rio Tocantins e o Rio Preto, com o propósito de assegurar a navegação desde o Rio São Francisco até o Rio Amazonas.

8º Fórum Mundial da Água

Realizado pela primeira vez no Hemisfério Sul, o 8º Fórum Mundial da Água ocorre em Brasília (DF), entre os dias 18 e 23 de março, é o maior evento internacional dedicado à água. Organizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água, juntamente com o país e a cidade anfitriã, o Fórum Mundial da Água contribui para o diálogo do processo decisório sobre o tema em nível global, visando o uso racional e sustentável deste recurso.

Também participaram da solenidade os representantes do Ministério da Integração Nacional, Rafael Silveira; o especialista em recursos hídricos da Agência Nacional da Água (ANA), Rogério de Abreu Menescal; os deputados federais Luiz Gonzaga Patriota (PE); Josi Nunes e Lázaro Botelho; os estaduais, Amélio Cayres, Valderez Castelo Branco, secretários de Estado e outras autoridades.

PUBLICIDADE