Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Escola em PE decide criar banheiro unissex para atender aluna trans

Diretor evangélico é acusado de transfobia e intolerância religiosa

Publicado

em

A Secretaria Estadual de Educação realizou uma reunião com a diretoria da Escola de Referência em Ensino Médio Euridice Cadaval Gomes, localizada na cidade de Itapissuma (PE), para entender o que aconteceu para que a aluna trans de 17 fosse impedida de acessar o banheiro feminino.

A estudante Michelly Almeida denunciou o novo diretor, Gastone Alves, por transforbia e intolerância religiosa após ser impedida de entrar no banheiro do sexo que ela se identifica.

O caso ganhou repercussão nacional e após a reunião ficou decido que a escola destinará um banheiro unissex, para que os alunos trans possa utilizá-lo.

O novo diretor, que é pastor evangélico, não foi denunciado só por transfobia, mas também por intolerância religiosa. Segundo a aluna, o evento realizado anualmente para tratar da diversidade religiosa passou a ser chamado de “Festival Cristão”.

 

PUBLICIDADE