Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Opinião

AUTÓPSIA – Como morre uma classe de escola bíblica?

Publicado

em

Por Sergiano Reis

Neste artigo veremos por meio de uma autópsia como morre uma classe de escola bíblica dominical e assim como podemos evitar essa tragédia.

Infelizmente, muitas classes de escola bíblica acabam morrendo pela soma de uma série de erros e no vídeo de hoje vamos descobrir como evitar essa tragédia.

Se pudéssemos ler o relatório da autópsia de uma classe de escola bíblica morta, descobriríamos várias razões pelas quais ela veio a dar seu último suspiro.

Aqui estão sete razões pelas quais as classes adoecem e, por fim, morrem.

1º – Ela esqueceu sua missão

A autópsia revelaria o fato de que a classe vinha negligenciando seu propósito. A missão de uma escola bíblica dominical deve ser o alvo de sua caminhada. Se uma classe esquece de alcançar pessoas, edificar essas vidas e ser bênção para o povo, ela negligenciou seu chamado, está fora de sua missão e vai seguindo rumo ao seu fim.

2º Ela não tinha um professor comprometido

Quando uma classe tem um professor descomprometido com sua vocação e com seus alunos ela está a poucos passos de entrar em coma. O professor é o líder do ensino. É o exemplo de seus alunos. Ele precisa ser o primeiro a amar a EBD e ter compromisso total com ela. Um professor faltoso, que não estuda a lição, sem carinho pelos alunos é um veneno para uma classe de EBD.

3º Ela não se preocupar em evangelizar

O saudoso mestre pastor Antônio Gilberto disse que a Escola Dominical “evangeliza enquanto ensina”. Desta forma, uma classe que deixa de pregar o evangelho a novas criaturas e assim incluir novos alunos chegará rapidamente ao seu declínio. Portanto, uma classe que está cheia da Palavra se alegra em evangelizar e se preocupa em levar outras pessoas para serem evangelizadas enquanto aprendem.

4º Ela vive mais do passado e esquece o seu futuro

A classe que se empolga mais com o que fez do que com o que está fazendo e com o que está por vir, segue em uma direção errada e perigosa. É imprescindível que toda classe tenha um projeto futuro de crescimento e expansão. Neste ponto, vale relembrar a popular frase “Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”.

5ª – Ela não ora

Podemos fazer mais do que orar, mas não podemos fazer nada até orarmos! É um pecado fazer a obra de Deus confiados somente em nossas forças. Devemos orar e pedir a Deus que faça o que só Ele pode fazer. Precisamos orar por nossos alunos e valorizar a oração em sala de aula. Uma classe que ora é uma classe cheia do poder de Deus!

6º – Ela faz tudo relaxadamente

Quando professores e alunos começam a fazer tudo relaxadamente e sem excelência para o Senhor eles estão matando sua classe. O encontro de um aluno desmotivado em uma sala com um professor despreparado é a profecia de uma morte certa.

7º Ela parou de se reinventar

Uma classe que cai no ciclo vicioso de não buscar inovações positivas está perto de seu fim. Quando todas as atividades são iguais às do ano passado e o boletim não muda há anos e todos sabem o que vai acontecer a seguir antes que isso aconteça, algo novo é desesperadamente necessário! Caso contrário, o fim vem!

Conclusão

É isso ai pessoal, oramos a Deus para que nossas classes de escola dominical seja sempre vivas e atuantes. Buscando fazer tudo com excelência e alegria para o Senhor.

Deus abençoe, a paz do Senhor e até o próximo vídeo.

Referência: Artigo adaptado de Gabriel Ruhl – 10 reasons classes shrivel and die

PUBLICIDADE