Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

ALESP derruba veto de João Doria e atividade religiosa passa a ser serviço essencial no estado de São Paulo

“Hoje é um dia histórico nessa Assembleia Legislativa”, comemora o vereador Gil Diniz, autor do projeto

Publicado

em

O governador João Doria (PSDB) vetou o Projeto de Lei 299/2020 de autoria do deputado Gil Diniz, que reconhece atividade religiosa essencial.

Mas em votação na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), os deputados estaduais derrubaram o veto, garantindo assim que as igrejas possam permanecer abertas em situações como a da pandemia da covid-19 que levou o governo estadual a fechar os templos de todas as religiões.

A votação aconteceu na última terça-feira (26) e foi considerada “histórica” para o autor do projeto. “Em fevereiro o governador João Doria vetou o Projeto de Lei de minha autoria, que reconhece a atividade religiosa como serviço essencial e hoje é um dia histórico nessa Assembleia Legislativa, onde essa casa faz justiça e derruba o veto do Governador João Doria”, escreveu Gil Diniz, mais conhecido nas redes sociais como Carteiro Reaça.

 

PUBLICIDADE