Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Opinião

A inerrância é vital para o evangelismo

Publicado

em

Por Sergiano Reis

Quem prega a Palavra de Deus deve ter a confiança de que ela é o Sopro de Deus.

Há tempos muitos questionam sua veracidade. Primeiro atacaram a historicidade de Adão e Eva, depois do dilúvio de Noé, também a de Jonas e do grande peixe e das angústias de Jó. Conforme as gerações iam passando, passaram a questionar os Evangelhos e as próprias palavras do Senhor Jesus Cristo, atribuindo suas falas aos escritores dos evangelhos.

Por isso a inerência é importante também no evangelismo!

Quando você compartilha João 3:16 ou João 11: 25-27 ou João 14: 6 com alguém, é importante que eles entendam que essas palavras são as palavras de Jesus. Estas não são suas palavras, caro evangelista. Estas não são algumas palavras feitas pelo homem. Embora o ouvinte não precise acreditar na doutrina da inerrância para nascer de novo, é importante que o evangelista acredite nela. Do contrário, ele não pode mais dizer com convicção: “Assim diz o Senhor”. Nossa fé é baseada na Palavra de Deus. Essa Palavra é eterna, imutável, inerrante, inspirada e poderosa. A grama murcha. A flor murcha. Mas a Palavra de Deus permanece para sempre.

Como posso saber com certeza que tenho vida eterna? Porque o Senhor Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim pensou que poderia morrer, mas viverá. E todo aquele que vive e crê em Mim nunca morrerá.” O Senhor da Glória realmente disse isso. Ele fez essa promessa. Posso inteiramente confiar e descansar nessa promessa.

Glória a Deus!

A inerrância é uma apologética maravilhosa para o evangelismo. A promessa de vida eterna é verdadeira. 100% confiável. Totalmente confiável.

Que possamos permanecer firmes na Palavra de Deus!

Em Cristo,

Ev. Sergiano Reis

Referência: Adaptado do artigo do evangelista Dr. Bob Wilkin – Defesa da inerrância – 2018

PUBLICIDADE