Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

88 mil palmenses não tomaram a dose de reforço contra a Covid-19

Na capital, 234.477 pessoas tomaram a primeira dose, 200.102 a segunda dose ou dose única, e 66.750 tomaram a dose de reforço

Publicado

em

A Secretaria Municipal da Saúde (Semus) de Palmas estima que cerca de 88 mil pessoas precisam tomar a dose adicional para completar a imunização.

O médico Alexandre Janotti, especialista em Medicina Tropical, explica sobre a importância de um esquema vacinal completo. Segundo o profissional, as evidências científicas mostram que a imunidade adquirida ao contrair a doença não se mantém por muito tempo. “Por conta disso, vemos que as pessoas apresentam mais de um episódio infeccioso e, por isso, o aparecimento de cepas mutantes do vírus”, afirma.

Janotti orienta que a imunização com apenas duas doses das vacinas contra a Covid-19 também podem não durar muito tempo devido ao aparecimento de novas variações da infecção. Ele explica que isso ocorre porque a resposta imune ao vírus é de difícil mensuração na prática clínica, no entanto, as vacinas estimulam uma resposta contra o vírus. “A imunidade é reativada e confere proteção. Por isso, a importância das doses subsequentes das vacinas, fazendo com que o corpo evite as respostas inflamatórias graves que podem levar à morte”, completa.

Para o médico, é fundamental que as pessoas completem os esquemas de vacinação propostos até que sejam desenvolvidas vacinas que necessitem de menos doses e que tenham um tempo de proteção maior. “É o que a ciência busca”, enfatiza.

 

Prazos

A Semus informa que a dose de reforço é administrada para o público com mais de 18 anos após quatro meses da segunda dose ou dose adicional. A pasta destaca que a população pode procurar pelo reforço a partir do primeiro dia do quarto mês após a segunda administração/dose adicional. Para a população imunossuprimida a partir de 12 anos, a dose de reforço é aplicada depois de quatro meses após a aplicação da segunda dose/dose adicional. Para se vacinar, basta comparecer em algum dos pontos de vacinação informados aqui, com documentos pessoais (RG ou CPF), cartão de vacina e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

 

 

PUBLICIDADE