Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

13 Governadores divulgam nota em apoio ao STF; Carlesse não assina manifesto

O governador do Tocantins tem se mostrado favorável ao presidente até o momento e por isso não deve ter participado do movimento.

Publicado

em

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, não endossou a lista que outros governadores de 13 estados e do Distrito Federal divulgaram nesta segunda-feira (16). A nota, segundo os proponente, é de solidariedade ao Supremo Tribunal Federal (STF) “em face de constantes ameaças e agressões” sofridas pelos ministros da Corte e por suas famílias. As informações são da CNN.

“O Estado Democrático de Direito só existe com Judiciário independente, livre para decidir de acordo com a Constituição e com as leis”, diz o texto.

“No âmbito dos nossos Estados, tudo faremos para ajudar a preservar a dignidade e a integridade do Poder Judiciário”, continua a nota. “Renovamos o chamamento à serenidade e à paz que a nossa Nação tanto necessita.”

A nota é assinada pelos governadores Rui Costa (Bahia), Flávio Dino (Maranhão), Paulo Câmara (Pernambuco), João Doria (São Paulo), Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), Camilo Santana (Ceará), João Azevêdo (Paraíba), Renato Casagrande (Espírito Santo), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), Renan Filho (Alagoas), Belivaldo Chagas (Sergipe), Ibaneis Rocha (Distrito Federal) e Waldez Goés (Amapá).

O manifesto é uma posição contra as críticas do presidente Bolsonaro ao Supremo, após decisões consideradas ilegais, como as prisões ilegais do presidente do PTB, Roberto Jéferson, a prisão do deputado Daniel Silveira, por tecer críticas ao STF, entre outras.

O governador do Tocantins tem se mostrado favorável ao presidente até o momento e por isso não deve ter participado do movimento.

PUBLICIDADE