Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Tiago Andrino quer apoio da AD Madureira no Tocantins

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Tiago Andrino quer apoio da AD Madureira no Tocantins

Em todo o país, o crescimento e ascensão dos evangélicos tem sido alvos corriqueiros de alguns políticos “oportunistas” em busca de apoio para se elegerem de acordo com suas pretensões para as eleições deste ano. Tanto João Doria, quanto Michel Temer, Henrique Meirelles, Geraldo Alckim entre outros, foram vistos nos últimos meses em constante visitas às igrejas evangélicas e aos seus lideres.

Ministro da Fazenda permaneceu no altar ao lado de pastores. Foto: Igor Gadelha/Estadão

Na último sexta-feira (23), após admitir pela primeira vez que é pré-candidato à Presidência da República, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), participou de culto na igreja evangélica Assembleia de Deus em Fortaleza. No culto, Meirelles fez um discuso focado na defesa de melhoria na segurança pública, área na qual o Estado do Ceará enfrenta grave crise. Meirelles, por exemplo já visitou os principais lideres assembleianos do país, em menos de seis meses, como o pastor Samuel Câmara, Bispo Manoel Ferreira e o pastor José Wellington Júnior, líder da CGADB.

No Tocantins, o Estado possui mais de 330 mil evangélicos, sendo que um das denominações que mais possuem membros, são a Assembleia de Deus Madureira e AD Ciadseta. De olho nesse segmento e de forma sutil, o pré-candidato a deputado Federal Tiago Andrino (PSB), tenta junto à liderança estadual obter apoio para chegar à Câmara dos Deputados, em Brasília.

Para conseguir tamanha façanha, Tiago Andrino tem sido visto constantemente nos púlpitos de diversas igrejas do Estado.

Cristãos em alerta

Há um grupo formado por pastores e políticos evangélicos tentando articular candidaturas em todo o Brasil para aumentar a representatividade do segmento na política. O principal foco é o Congresso Nacional, aumentando de 93 deputados federais para 150 e de três senadores evangélicos para 15. A proposta ousada deve contar com o apoio de grandes denominações para surtir efeito.

Diante de leis que vão de encontro com os valores de família e contra a moral e bons costumes, aumentar a presença de evangélicos em todas as esferas é importantíssimo, como diz o pastor o Joel Serra, da Assembleia de Deus do Rio de Janeiro em entrevista ao JM Notícia.

“Nossa nação cumprirá o seu propósito como leão adormecido que se levanta e ruge, levando o Evangelho para as nações”, completa. O pastor acredita também que os evangélicos devem se posicionar politicamente para proteger a família e fazer a diferença.

Quem já fez alerta nesse sentido, é o pastor Silas Malafaia, que afirmou que cristãos devem votar em cristãos.

PUBLICIDADE