Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Resultados preliminares da Prova Brasil apontam para crescimento das notas do Ideb em Palmas

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

O resultado preliminar da Prova Brasil, aplicada em 2017, começou a ser enviado individualmente para as escolas de todo País pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). De acordo com levantamento feito pelos técnicos da Secretaria Municipal da Educação de Palmas (Semed), com os resultados de proficiência da Prova Brasil, a expectativa da rede municipal de ensino é saltar de 6,2, do último Ideb, para aproximadamente 6,6 nas séries iniciais e de 5,6 para 5,8 nas séries finais em 2017. Tudo isso, é baseado no crescimento da maioria das escolas municipais.

Segundo o estudo preliminar, em 2015 Palmas tinha três escolas com nota a partir de 7,0, já em 2017 a previsão é que o número de escolas com nota igual ou superior a 7,0 cresça para 10.

Ainda de acordo com os cálculos dos técnicos da Semed, nos anos iniciais, a Escola Municipal Beatriz Rodrigues pode alcançar a média 7,9, seguida pelas escolas Anne Frank e Henrique Talone com 7,5, Olga Benário e Monteiro Lobato com 7,4, Monsenhor Pedro Pereira Piagem, Sávia Fernandes e ETI Padre Josimo com 7,0.

Nos anos finais, o destaque é para a Escola Henrique Talone, com média 7,0, seguida da ETI Monsenhor Pedro Pereira Piagem 6,6, e Anne Frank com 6,5. As escolas Beatriz Rodrigues e Darcy Ribeiro com média 6,4, seguidas pelas ETIs Daniel Batista, 6,3 e Aprígio Thomaz de Matos, 6,1, que completam a parte de cima da tabela. As escolas Antônio Carlos Jobim e Mestre Pacífico Siqueira Campos alcançaram a média 6,0.

A prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro comemorou após receber a notícia da evolução das escolas e consequentemente do crescimento da rede municipal de ensino. “Recebo com muito entusiasmo esses resultados preliminares. Nossas escolas são protagonistas de projetos inovadores e vamos continuar turbinando com investimentos para melhorar ainda mais”, celebrou.

Média nacional

Só para ter uma ideia do avanço do sistema municipal, no Ideb anterior, de 2015, o Brasil alcançou média 5,5 nas séries iniciais (1º ao 5º ano), e 4,5 nas séries finais (6º ao 9º ano), comprovando assim a evolução das escolas municipais de Palmas em relação ao índice da média nacional.

PUBLICIDADE