Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Prefeitura de Taguatinga exige comprovante de vacinação dos servidores; não vacinados serão demitidos

Servidores comissionados poderão ser demitidos

Publicado

em

Uma prefeitura no Estado do Tocantins adotou uma postura nada democrática no município para aqueles que não confiam na eficácia da vacina. O caso trata-se da Prefeitura de Taguatinga (TO) que tornou a obrigatoriedade da comprovação de vacinação contra a Covid-19 para todos os servidores municipais, ou seja, também para os comissionados.

De acordo com o Decreto nº 12/2022, publicado na edição desta terça-feira (18) no Diário Oficial do Município (DOM) diz que o servidor que não comprovar que está vacinado, será impedido de trabalhar, sendo descontado falta injustificada.

Além disso, os servidores comissionados poderão ser demitidos caso não apresentem o comprovante de vacinação completo.

Conforme o decreto, a vacinação a ser comprovada – por meio do certificado nacional de vacinação digital ou do cartão de vacinação físico emitido pelos órgãos de saúde locais – corresponde à plataforma vacinal prevista em dose única ou duas doses, referente ao programa de vacinação contra a Covid-19.

Quem estiver com a segunda dose ou a dose de reforço atrasadas também sofrerá as mesmas penalidades.

Leia:

 

Saiba +Em SP, criança sofre parada cardíaca após ser vacinada e Prefeitura suspende vacinação

PUBLICIDADE