Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Mendonça comenta aprovação para STF: “Um passo para o homem, mas um salto para os evangélicos”

Ele recebeu 47 votos dos senadores e poderá ocupar a vaga de ministro do STF

Publicado

em

O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (1°) a nomeação de André Mendonça para ser ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), e após a decisão, o advogado fez uma entrevista coletiva e disse que a nomeação é “um passo para o homem, mas um salto para os evangélicos“.

Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Mendonça foi indicado por ser “terrivelmente evangélico” e foi fortemente apoiado pelos parlamentares e peincipais líderes religioso do país.

Se voltando para a comunidade religiosa, o novo ministro do STF disse  que é “uma responsabilidade muito grande, uma nação de 40% dessa população que hoje é representada no Supremo Tribunal Federal”.

Foram mais de 100 dias entre a indicação e a votação no Senado, onde teve 47 votos. Um processo difícil causado por uma briga política do presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre.

“Foi um processo longo, difícil, mas de muito aprendizado. É uma demonstração que podemos vencer com humildade e esforço. Numa história tão difícil, de tantas caminhadas por este Senado, podemos vencer com integridade, mesmo quando muita gente, e até muita gente poderosa, não acredita na gente”, declarou.

Assista:

PUBLICIDADE