Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Eli Borges se coloca contra projeto que pode legalizar o cultivo de maconha

Texto será votado em comissão especial na próxima quinta-feira

Publicado

em

O deputado Eli Borges (SD-TO) tem se posicionado contrário ao Projeto de Lei 399/15 que tem como objetivo legalizar o cultivo da Cannabis (maconha) para fins medicinais, veterinários, científicos e industriais.

O texto seria votado na comissão especial nesta quarta-feira (18), mas depois de mais de cinco horas de debates, o presidente da comissão, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), aceitou o pedido do relator, deputado Luciano Ducci (PSB-PR) de adiar a votação.

Eli Borges disse que fará o enfrentamento para que o PL 399 não seja aprovado na comissão. “Estou a postos para fazer o somatório para que não liberemos droga no Brasil”.

Ao lado do deputado Osmar Terra (MDB-RJ), o parlamentar tocantinense gravou um vídeo falando sobre o projeto de lei e se colocando mais uma vez à favor da família, família essa que é muito prejudicada por conta das drogas.

“É importante que a gente tenha um deputado e líder religioso atuante como o Eli Borges para impedir isso aí”, disse Terra que é médico e ex-ministro da Cidadania.

Os parlamentares conservadores estão contra o artigo 3 da proposta do relator. Eles acreditam que não é necessário ter plantio no Brasil.

“Isso pode ser resolvido com a importação de matéria prima”, diz Eli Borges. “Claro que nós queremos medicamentos, queremos que o SUS atenda essas pessoas, mas o Brasil não pode abrir precedente para o plantio de maconha”.

Assista:

 

PUBLICIDADE