Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Discussão sobre depressão e suicídio na Câmara de Palmas resulta em Projetos de Lei

Publicado

em

Da redação

A reunião pública realizada na Câmara de Vereadores de Palmas, idealizada pelo vereador Rogério Freitas nesta terça, 24, a qual abordou o combate ao suicídio e depressão, apresentará como resultado, a proposição de Projetos de Lei, que venham a tornar-se políticas públicas com aplicação efetiva na sociedade.

+ AD arse 12 debate vida e prevenção do suicídio nesta quarta-feira (25)

O parlamentar chama atenção para a importância em abordar e ouvir o tema por especialistas e pessoas que atuam diretamente com as pessoas como professores, psicólogos e assistentes sociais, para promover políticas públicas que vem de encontro a esse mal. “Precisamos de políticas que atendam as pessoas ao darem os primeiros sinais de que irão atentar contra a própria vida. Os números são assustadores, e segundo a Secretaria de Segurança Pública do Tocantins, neste ano foram registrados 51 casos de suicídio em todo o Estado, sendo 15 em Palmas”, contou Freitas.

A Professora de Psicologia e coordenadora do Programa Centro de Valorização da Vida de Palmas (CVV), Ana Paula Cavalcante explicou o trabalho realizado pela entidade, sem fins lucrativos, que oferece apoio emocional para pessoas que precisam, durante 24h por dia, com objetivo de combater a depressão e o suicídio. “Hoje contamos com 15 voluntários para manter o posto e realizar os plantões. O número de tentativas de suicídio no Brasil é muito grande, sendo o país com o maior número de pessoas com ansiedade. Precisamos de parcerias e pessoas para ajudar o Programa”, observou.

Para Freitas, os números são inaceitáveis, um mal que têm atingindo todas as idades e classes sociais. Ele afirma que os parlamentares se preocupam com essas vidas e relatou que irá apresentar Projetos de Lei que dispõe sobre ações de combate ao suicídio e promoção do direto ao acesso à saúde mental e a obrigatoriedade da presença de profissionais de psicologia nas escolas de ensino infantil e fundamental.

Os presentes foram convidados a apontar fatores e propostas que poderiam compor Projetos de Lei os quais objetivam  fortalecer o combate à depressão e suicídio. Cada participante pôde contribuir com o compartilhamento de ideias e propostas baseadas nas suas técnicas e vivências diárias na lida com o tema.

Também participaram da reunião representantes da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), da Assembleia de Deus CIADSETA, da Secretaria de Desenvolvimento Social, do Conselho Regional de Serviço Social (CRASS), do Conselho Municipal da Saúde, do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB), da Universidade Federal do Tocantins – Promoção à vida.

PUBLICIDADE