Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Coreia do Norte cria lei que aumenta prisão de cristãos e descobre igrejas secretas

As prisões a que cristão são levados, quando não executados imediatamente, oferecem condições desumanas e dificilmente alguém sai vivo desses campos de trabalhos forçados

Publicado

em

Um forte esquema de vigilância em que os próprios vizinhos se monitoram e um deles, escolhido pelo governo, é responsável em passar boletins diários de ocorrências e práticas suspeitas às autoridades foi criada nos últimos anos e encurrala cada vez mais os cristãos perseguidos. A Lei de Pensamento Anti-Reacionário, criada recentemente, prevê a punição contra quaisquer pensamentos ou produtos externos se intensificou, e isso tornou ainda mais difícil para os cristãos e líderes da igreja clandestina manterem seus cultos e reuniões de oração. Recentemente, fontes seguras compartilharam que houve uma varredura massiva contra cristãos secretos em uma área da Coreia do Norte. O nome da região não pode ser divulgado por motivos de segurança. Dezenas de cristãos secretos estavam reunidos e, quando iam começar o culto, guardas de segurança invadiram o local e todos foram presos e executados.

Em 11 de abril de 2012, Kim Jong-un tornou-se o líder supremo da Coreia do Norte oficialmente. A decisão indica que toda as autoridades do país e população devem obediência absoluta ao ditador do país número dois em perseguição os cristãos. Segundo o governo local, “o Camarada Kim Jong-un é nosso partido, líder militar e supremo do país, que herda a ideologia, a liderança, o caráter, as virtudes, e a coragem do grande camarada Kim Jong-il”.

Em 10 anos de liderança, o ditador da Coreia do Norte isolou a nação ainda mais do que o pai,  Kim Jong-il, e o avô Kim Il-sung. Como resultado, os cristãos norte-coreanos continuam a ser perseguidos e não tem mais a mesma facilidade de fugir pelas fronteiras, já que serão mortos imediatamente pelos guardas do governo.

Apesar do país ocupar a segunda posição na Lista Mundial da Perseguição 2022, a pressão contra os seguidores de Jesus é a maior pontuação de todos os tempos. “A perseguição na Coreia do Norte permanece absoluta em todas as áreas da vida. Uma nova Lei do Pensamento Anti-Reacionário, que foi introduzido no ano passado,  aumentou o número de cristãos presos e o número de igrejas domésticas descobertas e fechadas”, explicam os pesquisadores da Portas Abertas

Qualquer pessoa que que seja vista como oposição ao governo da família Kim é considerada uma ameaça à segurança nacional e enviado para um campo de prisioneiros ou executado publicamente. Isso se aplica aos cristãos e suas famílias quando descobertos. Mesmo a posse de uma Bíblia é um crime grave severamente punido. Os níveis de perseguição, opressão e fome aumentaram ainda mais durante o bloqueio da pandemia de COVID-19.

Pedidos de oração

  • Interceda para que Kim Jong-un e outra autoridades tenham os planos de perseguição aos cristãos frustrados e peça que tenham um encontro real com Jesus.
  • Ore para que o Senhor fortaleça e supra todas as necessidades dos nossos irmãos norte-coreanos.
  • Clame pelos cristãos presos por causa da fé, que eles não desistam de compartilhar Jesus com os outros e que logo sejam libertados, juntamente com seus familiares.

PUBLICIDADE