Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Após protestos em todo Brasil pelo voto impresso auditável, TSE mira Bolsonaro e abre inquérito

Barroso rebateu as declarações do presidente Jair Bolsonaro, sem mencioná-lo, e voltou a garantir que o processo eletrônico é seguro. 

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, na noite desta segunda-feira (2), instaurar um inquérito para apurar as acusações de fraude nas urnas eletrônicas.

O anúncio foi feito pelo presidente do Tribunal, ministro Luís Roberto Barroso, e acontece um dia após o Brasil registrar manifestações em todo o território nacional pela implementação do voto impresso auditável.

Em seu discurso, Barroso rebateu as declarações do presidente Jair Bolsonaro, sem mencioná-lo, e voltou a garantir que o processo eletrônico é seguro.

A Corte também pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o mandatário seja investigado no inquérito que apura a disseminação de fake news.

A Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto e a Advocacia-Geral da União (AGU) ainda não se manifestaram sobre o caso.

Com informações Conexão Política

PUBLICIDADE