Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Antônio Andrade vai aceitar pedido de impeachment de Mauro Carlesse nesta terça

Cinco pedidos de impeachment foram protocolados na Assembleia Legislativa

Publicado

em

Nesta terça-feira (7), o presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Antônio Andrade, vai aceitar o pedido de impeachment de Mauro Carlesse, governador afastado por corrupção no PlanSaúde.

Apresentado pelo advogado Evandro de Araújo de Melo Júnior na última sexta-feira (3), o pedido foi avaliado pela procuradoria jurídica da AL e teve êxito, pois preenche os requisitos legais necessários para começar a tramitar.

Em  54 páginas, o advogado lista diversos indícios de crimes de responsabilidade que vêm sendo investigados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), como o pagamento de propinas no PlanSaúde, uso da máquina pública em benefício próprio e interferência em investigações policiais.

Segundo Andrade, nesta segunda os deputados estaduais vão debater e votar sobre a admissibilidade do pedido de impeachment, um entre cinco que foram apresentados até o momento.

“Vamos colocar para o plenário justamente pra gente montar o rito sobre como é que vai caminhar o pedido de impeachment. Após a gente definir esta situação, a gente vai se reunir para que possa montar as comissões”, adiantou o presidente da AL-TO.

“Vai ser montado de acordo com a quantidade de blocos que tem aqui na casa. Cada bloco vai indicar um representante, são cinco representantes que a Assembleia vai indicar e nós vamos procurar fazer isso o mais rápido possível”, completou.

Andrade disse também que pode convocar sessões extraordinárias durante o recesso parlamentar para tratar do impeachment, pois os deputados precisam analisar e votar projetos importantes para o Estado com a Lei de Diretrizes Orçamentárias e os projetos relacionados ao Tribunal de Justiça.

PUBLICIDADE