Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Suécia aprova, mas não recomenda, vacina contra Covid para crianças de 5 a 11 anos

“Com um baixo risco de doenças graves para as crianças, não vemos nenhum benefício claro em vaciná-las”, disse a autoridade da Agência de Saúde, Britta Bjorkholm

Publicado

em

Agência de Saúde Pública da Suécia divulgou nesta quinta-feira (27) que autoriza a vacinação para crianças de 5 a 11 anos, mas que não recomenda a imunização desse grupo.

Segundo a entidade, a vacina é pouco eficaz e não vale os possíveis ricos que o imunizante oferece. “Com o conhecimento que temos hoje, com um baixo risco de doenças graves para as crianças, não vemos nenhum benefício claro em vaciná-las”, disse a autoridade da Agência de Saúde, Britta Bjorkholm, em entrevista coletiva.

Mesmo assim, a entidade – que corresponde à Anvisa no Brasil – incentiva que os pais vacinem seus filhos, principalmente as crianças que fazem parte dos grupos de alto risco.

Desde o começo da pandemia a Suécia teve 16 mil mortes por covid-19. Quando a pandemia já estava praticamente controlada, a variante ômicron fez com que os números voltassem a subir.

Nesta quarta-feira (26) o país europeu registrou 40 mil novos casos da doença, quebrando um novo recorde diário de infecção.

Para tentar conter novos casos, o país já voltou a fazer restrições, entre elas limitar o horário de funcionamento de restaurantes, limitar o público em locais fechados, entre outros. As medidas devem durar até 9 de fevereiro.

PUBLICIDADE