Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Professor da Bahia é afastado após fazer alunos de 11 e 13 anos se beijarem

“Atividade” valia cinco pontos na média curricular

Publicado

em

Pais de alunos do Colégio Estadual Heitor Villa Lobos, no bairro do Cabula, em Salvador (BA), denunciaram um professor de Artes que fez 37 alunos do 6º ano se beijarem valendo pontos na média curricular.

O fato teria ocorrido no dia 11 de novembro e duas mães prestaram queixa contra o professor na Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca). O profissional foi afastado.

Uma aluna revelou ao G1 o que aconteceu. “Estávamos em uma aula com o professor de artes. Aí uma menina chegou no professor e falou: ‘professor, eu gosto daquele menino’. Aí o professor incentivou a gente a se beijar, menina com menina, menino com menino e menino com menina. Aí ele falou depois: ‘quem se beijar dou cinco pontos’. E ofereceu até dinheiro, R$ 5”, disse ela em um áudio.

Os alunos do 6º têm idades entre 11 e 13 anos. A reportagem diz que vários deles gravaram o que ocorreram na sala, mas que a diretora obrigou todos eles a apagarem os vídeos feitos.

A diretoria confirma que ordenou que os alunos apagassem as provas, mas que a diretora salvou dois desses vídeos.

O Ministério Público do Estado informou que o Centro de Apoio Operacional da Criança e do Adolescente (Caoca) tomou conhecimento do caso nesta terça-feira (23) e que tomará providências a partir das Promotorias de Justiça da Infância, Criminal e da Educação.

Em nota, a Secretaria de Educação (SEC) afirma que ao tomar conhecimento da denúncia pela direção do colégio, afastou imediatamente o professor e instaurou um processo administrativo para apurar o caso.

PUBLICIDADE