Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Presidente da Bancada Evangélica critica Eduardo Bolsonaro por fala sobre AI-5

Publicado

em

Redação JM Notícia

D eputado federal Silas Câmara – Presidente da Frente Parlamentar Evangélica

O deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM) criticou nesta quinta-feira (31) a fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que sugeriu a edição de um “novo AI-5” contra a esquerda, caso esta venha a “radicalizar”.

“É completamente absurda [essa declaração]. Isso passa, inclusive, dos limites de quem tem, de fato, compromisso com a democracia”, disse ele em entrevista à revista Veja.

Eduardo Bolsonaro deu entrevista para a jornalista Leda Nagle e foi questionado sobre os protestos no Chile. Foi então que ele disse: ” Se a esquerda radicalizar a esse ponto, a gente vai precisar ter uma resposta. E a resposta, ela pode ser via um novo AI-5, via uma legislação aprovada através de um plebiscito, como aconteceu na Itália. Alguma resposta vai ter que ser dada”.

A AI-5 foi a medida mais dura imposta durante o Regime Militar no Brasil. Assinado pelo presidente Artur da Costa e Silva em 13 de dezembro de 1968, o Ato Institucional Número Cinco (AI-5) levou a perda de mandatos parlamentares contrários ao regime, intervenções em municípios e estados, suspensão de garantias constitucionais e outras ações autoritárias.

PUBLICIDADE