Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Fórum dos governadores: Zema critica “militância seletiva” dos colegas contra Bolsonaro

Publicado

em

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), teceu duras críticas aos demais chefes de Executivos estaduais devido às suas seletividades em destinar críticas somente ao governo Bolsonaro, enquanto esquecem de apontar e de se manifestarem com a mesma veemência contra os desmandos do STF e do Congresso.

“O Fórum dos governadores ficou muito focado no Executivo, mas eu tenho muitas pautas aqui que me perturbam no Congresso e no STF também”, disse Zema.

Líderes de 25 dos 27 estados se reuniram nesta segunda-feira (23/8). Alguns estiveram presencialmente no encontro, ocorrido em Brasília (DF); outros participaram virtualmente.

“Temos muitos problemas para resolver em Minas e no Brasil. Os políticos precisam focar no que é mais importante, como o combate à pandemia, a aplicação de mais vacinas e a geração de empregos”, disparou ainda Zema.

Os governadores debateram a conjuntura nacional e resolveram buscar formas de ampliar diálogos com a União e o Supremo Tribunal Federal (STF). O Fórum Nacional que reúne os chefes dos Executivos regionais vai pedir reunião com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), chefes de outros Poderes e os comandantes das Forças Armadas.

A conferência ocorreu três dias após Bolsonaro (sem partido) enviar ao Senado Federal pedido de impeachment de Alexandre de Moraes, componente da Suprema Corte.

A pauta do encontro desta segunta foi dividida em três eixos: 1) Conjuntura Atual e Defesa da Democracia; 2) Riscos ao Pacto Federativo: Desequilíbrios Fiscais para Estados e Municípios, e Caminhos Alternativos de Receita em Discussão no Congresso Nacional e no Supremo Tribunal Federal; 3) Governança Climática.

Assista:

Com informações Estado de Minas

PUBLICIDADE