Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Empresariado terá voz e vez na discussão da política tributária do Tocantins”, diz Amastha

Publicado

em

Empresariado terá voz e vez na discussão da política tributária do Tocantins”, diz Amastha

O candidato a governador do Tocantins pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Carlos Amastha (PSB), se encontrou na manhã desta quarta-feira, dia 25, com o presidente da Fieto (Federação das Indústrias do Estado do Tocantins), Roberto Pires. Acompanhado da prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, Amastha ratificou a Pires alguns de seus compromissos com os segmentos da indústria e comércio. “Na nossa gestão no Estado a política tributária do Tocantins será discutida com o setor do comércio, empresários e indústria. E o empresariado terá, de fato, voz e vez. Este é o nosso compromisso. Já fizemos isso na gestão de Palmas”, afirmou Amastha durante café da manhã. Pires estava acompanhado pela esposa, Letícia Barbosa.

Como explanou a empresários durante palestra na Acipa (Associação Comercial e Empresarial de Palmas) na noite dessa terça-feira, dia 24, o  ex-prefeito da Capital tocantinense garantiu a Pires que a classe empresarial fará a indicação do secretário de Desenvolvimento Econômico na sua gestão, caso vença o pleito suplementar de 3 de junho. E que o Conselho de Desenvolvimento Econômico será reformulado para dar aos empresários o poder de decisão. “Conosco o conselho não será meramente consultivo e não será apenas para inglês ver e atuar em benefício de quem está no segundo andar do Palácio Araguaia, como sempre foi. O conselho será deliberativo. Assim foi feito na prefeitura, pois são os comerciantes, os empresários e donos de indústrias que mantêm a economia do Tocantins, que verdadeiramente pagam a conta”, comentou.

COM STIVAL

Além da palestra a comerciantes e o encontro com o presidente da Fieto, Amastha esteve na segunda-feira, dia 22, com o empresário Oswaldo Stival,  presidente do Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Carnes Bovinas, Suínas, Aves, Peixes e Derivados (Sindicarnes0 do Tocantins. “A pauta deste encontro também foi a economia do nosso Estado, as necessidades do setor agropecuário que é o que movimenta a economia do Tocantins. Muita coisa precisa ser feita e o governo do Estado não contribuiu praticamente em nada com as demandas deste setor. É absurdo isso”, comentou. Ao final das discussões em relação aos rumos do Estado, Stival garantiu apoio a Amastha na eleição suplementar do dia 3 de junho.

PUBLICIDADE