Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Conab prevê que milho terá queda na produção e vai perder espaço para soja em 2019

Publicado

em

Da redação

Milho perdeu espaço para a soja nas lavouras do Tocantins — Foto: Juliano Ribeiro/Seagro

O boletim de monitoramento de grãos divulgado pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) trouxe informações a respeito da previsão para a safra 2019 no Tocantins. A Conab prevê que haverá nova redução na área plantada de milho, já que o baixo preço da saca de milho no mercado internacional e o alto custo de produção afastaram os agricultores.

A estimativa é de que a área plantada este ano corresponde a aproximadamente 60% do que foi cultivado para a safra de 2018. O produto vem perdendo espaço nos últimos dois anos e sendo amplamente substituído pela soja. No ano passado, a safra da oleaginosa foi recorde e impulsionou as exportações do estado acima de US$ 1 bilhão pela primeira vez.

A própria Conab projetou que as lavouras de milho que deixaram de aplicar a cultura devem ser substituídas por soja este ano. Apesar disso, o regime de chuvas irregular no fim de 2018 pode prejudicar os resultados do setor.

Nas regiões sul e norte do estado uma estiagem de cerca de 15 dias prejudicou o desenvolvimento das plantas. Na região central, como o plantio começou mais cedo, os danos foram menores. Ainda não é possível medir o impacto do problema na produtividade.

A Conab também estimou crescimento para as lavouras de arroz e algodão no ano. No algodão, o crescimento se deve a boas expectativas com relação ao preço que a saca deve alcançar no mercado exterior.

Já para o arroz, apesar dos problemas alguns agricultores tiveram para conseguir financiamentos, as lavouras se encontram em bom estado de desenvolvimento, principalmente as que são irrigadas. Para o produto, a estimativa é de uma produtividade 4,4% maior que no ano anterior.

PUBLICIDADE