Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Ciro sobe o tom contra Lula e Haddad: “Não têm projeto, apenas paixão doentia pelo poder”

O político quer ser a terceira via entre a disputa petistas e bolsonaristas na próxima eleição

Publicado

em

De olho em 2022, Ciro Gomes (PDT) passou a atacar seus aliados políticos para tentar se desvencilhar da esquerda.

Nesta terça-feira (24), o ex-ministro de Lula resolveu atacá-lo juntamente com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

“Enquanto eu peço para debater os problemas do Brasil, eles (Haddad e Lula) seguem evitando. Não têm projeto, apenas paixão doentia pelo poder. Para obtê-lo pagam qualquer preço. São capazes de vender a própria honra e a honra do país”, escreveu Ciro no Twitter.

Para o pedetista, Haddad deve sua vida política ao Lula e por isso “tem que ser seu bajulador eterno”. “Já eu, a ele não devo nada”, declarou.

Em outra crítica, Ciro disse que Haddad e Lula seguem “abraçando bandidos conhecidos” e “atacando quem os enfrenta de cabeça erguida”.

Se apresentando como terceira via, Ciro diz que quer “livrar o Brasil de Bolsonaro e do lulopetismo corrompido”.

PUBLICIDADE