Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Câmara de Curitiba cassa vereador do PT que invadiu igreja católica

Publicado

em

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) realizou dois turnos de votação e com o voto da maioria dos vereadores, Renato Freitas (PT), que invadiu uma igreja católica no mês de fevereiro, foi cassado por quebra de decoro.

O projeto de resolução (004.00003.2022) é a consolidação do entendimento do CEDP a respeito do Processo Ético Disciplinar 1/2022, acompanhando o parecer do relator Sidnei Toaldo (Patriota), que Freitas perturbou o culto religioso e realizou ato político dentro da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

Freitas e outros manifestantes de esquerda realizaram um protesto contra o racismo no dia 5 de fevereiro deste ano e invadiram a Igreja gritando palavras de ordem contra os religiosos que participavam da missa.

“Reconheço que a luta do vereador é legítima, o pedido de justiça é legítimo. Mas não podemos esquecer o cargo que ocupamos. Até as lutas legítimas têm os seus limites”, disse o vereador Alexandre Leprevost. “No meu entendimento, vereador não faz tumulto em igreja, independente do assunto que for”.

 

 

PUBLICIDADE