Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Após renúncia de Bennett, ministro das Relações Exteriores de Israel assume como primeiro-ministro

Uma nova eleição em Israel está marcada para o dia 1º de novembro

Publicado

em

Nesta quinta-feira (30) Yair Lapid, ministro das Relações Exteriores, assumiu como primeiro-ministro de Israel. A mudança acontece dez dias depois que Naftali Bennet renunciou e dissolveu o parlamento.

Lapid assume interinamente até que uma nova eleição aconteça em 1º de novembro, enquanto isso ele acumulará os cargos.

A primeira parada de Lapid depois de se tornar primeiro-ministro foi o Salão da Memória em Yad Vashem, que ele disse ter visitado “para prometer ao meu pai que sempre manterei Israel forte e capaz de se defender e proteger seus filhos”. Seu pai, o ex-ministro da Justiça Tommy Lapid, foi um sobrevivente do Holocausto.

A saída de Bennett em apenas um ano de mandato. Ao deixar o cargo, o ex-primeiro ministro também deixou a liderança do Partido Yamina e anunciou haveria “notícias importantes e felizes” em breve sobre o futuro de Israel.

“O Estado de Israel é o amor da minha vida. Servir é minha vocação”, disse. “Estou deixando atrás de mim um país florescente, forte e seguro.”

Ele mencionou a atual calma na fronteira com Gaza e sua capacidade de trabalhar ao lado de parceiros com ideologias conflitantes como suas principais conquistas.

“Nós provamos que pessoas com opiniões diferentes podem trabalhar juntas. Ninguém precisa abrir mão de suas opiniões, mas é definitivamente possível e até necessário deixar de lado, por enquanto, argumentos ideológicos e cuidar da economia, segurança e futuro do Estado de Israel. Provamos que existe um bem compartilhado”, disse.

Com informações Jerusalém Post.

PUBLICIDADE